Parte 3: O que é e como funciona a Internet das Coisas na Agricultura!

Parte 3: O que é e como funciona a Internet das Coisas na Agricultura!

Certo, foram faladas muitas coisas sobre a Indústria 4.0 nas duas primeiras partes e seus diversos conceitos como Internet das coisas, Internet dos serviços, big data e inteligência artificial. Se ainda não leu essas partes, confira nos links (Parte 1 e Parte 2) antes de partir para esse! 

Mas então, o que é a Agricultura 4.0?

É exatamente a aplicação de todos esses conceitos voltados para a agricultura com o objetivo máximo de conseguir obter a melhor produtividade dentro de uma área de produção com o menor custo, além de, principalmente, atuar preservando a natureza e a regeneração do meio-ambiente

A sustentabilidade cada vez mais se torna uma necessidade emergencial. Uma prova disso são os requisitos de sustentabilidade e rastreabilidade que o governo nacional tem exigido em variados setores e seus segmentos. O exemplo principal são as normas de rastreabilidade para produção primária de alimentos, que entra em vigor como uma exigência para sua comercialização.

O ponto positivo é que a maior parte destes requisitos de rastreabilidade estão vindo por demanda da população, se mostrando mais consciente e preocupada com o que estão se alimentando e o estado da natureza. Essa onda de consciência na população apenas cresce com a imensidão de conteúdo e informações que são diariamente disponibilizadas no meio digital.

Como aliada a causa, a Agricultura 4.0 basicamente quer inserir tecnologias aos métodos e métricas já utilizados no campo, agregando nessas soluções diversos dados para correlacionar, com isso, entregar soluções que impactem positivamente, tanto na questão da rentabilidade do cultivo como na preservação do meio ambiente.

Vemos, cada vez mais, a preocupação do meio acadêmico em trazer informações e estudos de viabilidade dessas tecnologias a fim de mudar o estereótipo antigo que esperamos do produtor agrícola.

A agricultura ainda é vista de uma forma errada, como se não houvesse tecnologia e digitalização, onde o trabalho braçal é predominante em qualquer área.

Vemos o oposto diariamente, o setor está se aprimorando e se modernizando, com investimentos em desenvolvimento de novas tecnologias e das pessoas no meio.

Sensor de umidade e temperatura do ar e módulo de comunicação instalado em estufa de Cliente Elysios. Se comunicando 24/7 com o sistema Demetra de Inteligencia.

Dessa forma, a conectividade provida pela Nova Agricultura está deixando de se tornar exceção, para se tornar algo imprescindível à qualquer tipo de cultivo. Hoje vemos grandes colheitadeiras sendo comandadas remotamente via satélite, com uma precisão de centímetros e que percorre o melhor caminho na plantação a fim de trazer o melhor retorno. Outro caso são os pulverizadores de precisão, que aplicam defensivos em grandes plantações apenas onde há a incidência da necessidade, assim resultam na otimização de mais de 50% nos insumos.

Vemos também as estufas automatizadas, ou estufas inteligentes, como gostamos de chamar aqui na Elysios. Imagine uma estufa em que todas a variáveis são controladas automaticamente, de acordo com parâmetros estabelecidos do cultivo e os climáticos do momento. Esta forma garante que o produtor apenas cuide do plantio, manejo e da colheita. Agora imagine que, além disso, que esta estufa aprenda constantemente quais os melhores parâmetros para determinado cultivo, como hora e quantidade ideal de irrigação, pH e EC no determinado momento. E dissermos que isto está cada vez mais próximo da realidade brasileira?

Quadro de comando Elysios instalado em uma estufa. Responsável pela automatização inteligente controlando fertirrigação, nebulização e exaustão.

Aqui na Elysios, desenvolvemos a inteligência Demetra a partir dos conceitos que falamos anteriormente, Big Data, Inteligência Artificial e Internet das Coisas. Ela é responsável por autogerenciar os cultivos, não apenas automatizando o local, mas também coletando e processando dados ao passo que entrega informações em tempo real ao produtor. Confira no nosso site: www.elysios.com.br/solucoes/

Essa é a agricultura 4.0. É a união do que há de mais avançado em termos de tecnologia com uma das atividades mais antigas da civilização. Informação, dados, conectividade, saúde, segurança e sustentabilidade são termos importantes hoje em dia em qualquer parte do mundo.

Com a agricultura não é diferente. Ela está evoluindo.

Cada vez mais rápido em direção à esta Nova Agricultura que não agrida o meio ambiente e que forneça alimentos de qualidade e produzidos de forma sustentável para a população.

Por Me. Matheus Crespi Schenfeld, Diretor de Serviços de Tecnologia na Elysios Agricultura Inteligente.

Close Menu