5 dicas para você agricultor se manter competitivo no mercado

Sabemos que o mercado está cada vez mais exigente e que, consequentemente, os consumidores estão preocupados em saber não só a procedência dos seus alimentos, mas também sobre a qualidade da cadeia como um todo.

No setor rural, tem se intensificado as ações baseadas em critérios conhecidos como ESG (Environmental, Social and Governance ou meio ambiente, social e governança). O viés ambiental prioriza saber se o meio ambiente está sendo preservado, com atitudes como o descarte correto de lixo e uso consciente da água.

O social demanda que o agricultor e seus colaboradores tenham boas condições de trabalho e saúde, com direitos respeitados. A governança valoriza itens como ética, gestão correta e qualificação do produtor e da propriedade. 

Nesse contexto, separamos algumas ações que podem começar a ser colocadas em prática hoje para se estar preparado o quanto antes para as mudanças que o mercado exigirá. Conheça as 5 adequações que os produtores terão que fazer em breve se quiserem se manter competitivos no mercado:

1

Atender às normas de Rastreabilidade

Em 8 de fevereiro de 2018, o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicaram a Instrução Normativa Conjunta – INC nº 02/2018, que define os procedimentos para a rastreabilidade de produtos vegetais frescos destinados à alimentação das pessoas, com o objetivo de monitorar e controlar possíveis resíduos, em todo Brasil.

Através desses procedimentos é possível detectar a origem e acompanhar a movimentação de um produto ao longo da cadeia produtiva, mediante elementos informativos e documentais registrados, ou seja, identificar qual é o produto, de onde ele veio e para onde ele vai.

Dessa forma, as etiquetas de rastreabilidade agregadas às embalagens permitem que o consumidor consiga identificar se você, agricultor, fez uso de boas práticas agrícolas durante a produção.

A adoção da rastreabilidade de seu cultivo possui uma série de vantagens tanto para quem vende quanto para quem consome. Para você produtor, é a possibilidade de comprovação da origem do alimento, o que hoje é um diferencial de mercado valioso. Também agrega valor pelo produto ser mais seguro e mostrar profissionalismo da produção.

Para o consumidor, é a segurança alimentar que esse rastreio traz, podendo saber com exatidão de onde vem o alimento e quem o produziu. Integra-se aí uma parceria que só tem se mostrado benéfica até então. 

Tendo em vista que é apenas questão de tempo para que a rastreabilidade seja exigida para todos os alimentos hortifrutícolas, recomendamos que você comece a fazê-la desde já, para que saia à frente da concorrência e expanda seu mercado.

produtor com trator e celular
Produtor realizando atividades de campo e já cadastrando no Caderno de Campo Digital garantindo rastreabilidade

2

Aderir ao uso de tecnologias digitais

A tecnologia no campo é uma aliada na produção de alimentos com boa origem. Através dela, reduz-se o tempo de execução de tarefas e otimiza-se a sua tomada de decisão. Sai na frente o produtor que investe em ferramentas digitais que facilitam a análise de dados de maneira automática e consequentemente, proporcionam uma qualidade de vida melhor.

 O Demetra Caderno de Campo Digital surgiu da necessidade de facilitar a sua vida e, principalmente, ajudá-lo a atender às normas de rastreabilidade de forma eficiente. Temos como expectativa, do impacto da ferramenta, propiciar um melhor controle de terras e plantações para vocês produtores.

Desta forma, você poderá ter informações valiosíssimas para a tomada de decisão que irão impactar diretamente sua produção e, consequentemente, beneficiará todos nós, que consumimos esses alimentos.  Conheça aqui, em detalhes, 5 benefícios de utilizar o Caderno de Campo Digital em sua propriedade.

3

Utilizar boas embalagens que mantenham a qualidade do produto

Os hortifrutis são alimentos muito perecíveis, pois estragam com muita facilidade devido ao teor de nutrientes e umidade que possuem, criando um ambiente propício para a proliferação de microrganismos. 

A gestão de qualidade desses alimentos inicia-se no plantio e perdura até a pós-colheita, sendo principalmente importantes a fase de colheita e pós-colheita, onde deve haver um manuseio correto e uma boa armazenagem.

Quando esses processos não são realizados de forma eficaz, há perda de qualidade e, consequentemente, diminui-se o tempo de vida do alimento, fator negativo para a comercialização. Nesse sentido, o uso de boas embalagens faz toda a diferença, pois permite que seus produtos hortifrutícolas cheguem ao destino da melhor forma possível. 

Além de ajudar a manter a qualidade do alimento por mais tempo, boas embalagens proporcionam maior segurança alimentar, pois minimizam ou até mesmo evitam a proliferação de microrganismos responsáveis pela deterioração dos alimentos, o que prejudica o sabor, a textura e a durabilidade desses.

Quando comparamos hortifrutis comercializados em grandes quantidades ou a granel com aqueles comercializados diretamente nas embalagens destinadas à prateleira e consumo final, percebemos que os produtos a granel  tendem a ter menor  durabilidade e  qualidade, pois sofrem mais com danos mecânicos.  

Dessa forma, percebemos como o uso de uma embalagem correta para produtos hortifrutícolas pode otimizar o processo de distribuição desses, proporcionando  durabilidade aos produtos, garantindo maior qualidade aos seus consumidores e mais rentabilidade às suas vendas.

Embalagem da Ecofruto contendo Tomates Grape Vermelho e Amarelo
Embalagem da Ecofruto contendo Tomates Grape Vermelho e Amarelo

4

Firmar parcerias e divulgar seu produto

Possuir boas relações comerciais e firmar essas parcerias é um fator de grande importância no mundo agrícola, pois garante um diferencial competitivo que atende ao consumidor final, que está cada vez mais exigente. Com a alta concorrência, unir-se a outra organização pode aumentar a sua receita e abrir portas para novos mercados.

Além de melhorar os resultados, firmar parcerias atrai novos públicos, pois gera maior alcance de mercado, melhores preços, reconhecimento de marca e, consequentemente, aumento de vendas. 

Além de firmar parcerias, é muito importante que se encontre um modo de divulgá-las e também de divulgar o seu próprio produto. Atualmente, estar inserido no meio online tem se mostrado muito benéfico, já que permite a expansão da visibilidade de seu produto.

 Através da internet, é possível mostrar seus cultivos para o mundo inteiro e negociar com pessoas e empresas das mais diversas localidades. Para entender melhor como funcionaria a divulgação online de sua produção, confira a página digital que criamos para a Venturin Uvas Finas.

Página da Venturin Uvas Finas auxiliando na sua comunicação e  comercialização
Página da Venturin Uvas Finas auxiliando na sua comunicação e comercialização

5

Manter-se sempre organizado e atualizado

Para que seu negócio se destaque, é preciso se diferenciar da concorrência. Apesar de essa dica parecer tão óbvia, são poucas as pessoas que realmente entendem a importância de se manter organizado e atualizado, por exemplo.

Registrando seus dados de maneira eficiente, você conseguirá perceber o que pode ser controlado e o que pode ser maximizado e identificará quais atividades e/ou insumos estão sendo responsáveis pelo aumento de gastos e diminuição de lucros.

Organize suas anotações em cadernos de papel, no computador ou até mesmo em plataformas online, pois assim conseguirá visualizar com clareza quais pontos podem ser melhorados, descartando-se gastos desnecessários e/ou investindo em algo que traga rentabilidade a você. 

Para isso, além de organização, investir em atualizações também é fundamental para se manter competitivo no mercado, pois mostra que você está aberto às inovações e não ao comodismo.

Você pode começar agregando valor ao produto que vende, com isso, já pode ir pontuando o que tem de melhor com relação aos outros. Por exemplo, se você é produtor de citros, apostar em variedades diferentes, educar os consumidores acerca do potencial nutritivo desses, investir em embalagens diferentes, entre outros, faz com que você possa se diferenciar dos demais produtores da citricultura.

Quando você busca conhecer mais sobre determinado assunto, adquire maior capacidade e assertividade em tomar decisões. Esse conhecimento pode ser adquirido das mais diversas maneiras, desde ao buscar auxílio a profissionais quanto às ferramentas digitais, como Google e YouTube.

Comece desde já a fazer essas 5 adequações e mantenha-se constantemente competitivo no mercado.

Através dessas 5 dicas, você saberá se está tendo gastos desnecessários e se privando de obter mais lucro na sua produção.

Mais conteúdo: