Como utilizar etiquetas com rastreabilidade para agregar valor na sua produção?

A hora da venda para o produtor de frutas e verduras é a etapa mais importante, pois é o resultado de todo o trabalho desde o preparo do solo até o momento da colheita. Para atender mercados mais exigentes que irão pagar melhor, além de entregar um produto de qualidade e atender normas estabelecidas pelo governo, o agricultor necessita mostrar que está entregando um produto diferenciado.

Produtos hortifrutícolas vem conquistando grande espaço na mesa do consumidor brasileiro. Conforme a Instrução Normativa 02 de 2018,  até o final deste ano, todos os produtos vegetais frescos deverão atender às normas de Rastreabilidade, que nada mais são um conjunto de procedimentos que permitem detectar a origem e acompanhar a movimentação de um Lote desde onde foi produzido até a mesa do consumidor. 

Por exemplo, ao comprar um morango no mercado, o consumidor é capaz de identificar de qual produtor ele veio, a propriedade de origem, data de embalagem e outras informações importantes que comprovem a segurança daquele alimento. 

 

A rastreabilidade serve para aproximar o consumidor da origem de seu alimento.

 

Ao adotar a rastreabilidade, o produtor rural se compromete em ter mais transparência sobre o cultivo e é incentivado à adoção de melhores práticas ambientais. 

 

Através da comprovação de uma produção transparente, que respeita o meio ambiente, a segurança alimentar e se preocupa com o consumidor final, o produtor consegue agregar valor ao produto final. 

Veja aqui como a Família Colassiol faz para comprovar maior segurança do seu alimento através da rastreabilidade. 

Clique no botão abaixo para receber nosso material exclusivo sobre o uso de etiquetas para rastreabilidade da sua produção!

More to explorer